Baixa temperatura em bebês: possíveis causas e como agir

Baixa temperatura em bebês: possíveis causas e como agir

Olá queridas leitoras! Hoje vamos falar sobre um assunto que sempre preocupa as mamães e papais de primeira viagem: a baixa temperatura em bebês. É normal ficarmos apreensivos quando nossos pequenos apresentam sinais de que estão com a temperatura corporal abaixo do normal, mas é importante entendermos que, assim como os adultos, os bebês também possuem mecanismos de regulação da temperatura e podem apresentar variações durante o dia.

Nesta postagem pilar, vamos abordar as possíveis causas da baixa temperatura em bebês e como devemos agir nessas situações. Além disso, vamos trazer algumas dicas e curiosidades para ajudar a entender melhor sobre esse assunto. Então, pegue sua xícara de chá e vamos começar!

índice

O que é a temperatura corporal e como é regulada

Antes de falarmos sobre a baixa temperatura em bebês, é importante entendermos o que é a temperatura corporal e como ela é regulada pelo nosso organismo. A temperatura é a medida da quantidade de calor que o corpo produz e perde, e é considerada um dos sinais vitais do ser humano. A temperatura normal do corpo varia entre 36,5°C e 37,5°C, sendo que alguns fatores, como a idade e o momento do dia, podem influenciar nessa variação.

A regulação da temperatura é feita pelo hipotálamo anterior, uma região do cérebro responsável pelo controle de funções vitais, como a temperatura corporal. Esse mecanismo funciona através de estímulos nervosos e hormonais que equilibram a produção e a perda de calor do corpo. Quando estamos com a temperatura acima do normal, o hipotálamo estimula a produção de suor e a dilatação dos vasos sanguíneos, enquanto que, quando estamos com a temperatura abaixo do normal, ele estimula a contração dos vasos sanguíneos e a produção de calor pelo corpo.

Quais são as possíveis causas da baixa temperatura em bebês

Existem diversas causas que podem levar a uma baixa temperatura em bebês. Entre elas, podemos citar:

1. Hipotermia

A hipotermia é caracterizada pela queda da temperatura corporal abaixo de 36°C. Ela pode ser causada por diversos fatores, como exposição ao frio intenso, uso de roupas inadequadas, infecções, desidratação e até mesmo uso de medicamentos.

2. Prematuridade

Bebês prematuros têm uma maior dificuldade em manter a temperatura corporal, pois ainda não possuem o tecido adiposo suficiente para ajudar no isolamento térmico do corpo. Por isso, é comum que esses bebês apresentem uma temperatura mais baixa do que o normal.

3. Problemas de saúde

Algumas condições de saúde, como hipotireoidismo e infecções, podem afetar o mecanismo de regulação da temperatura no corpo do bebê, levando a uma baixa temperatura.

Como agir em casos de baixa temperatura em bebês

Caso você perceba que seu bebê está com a temperatura abaixo do normal, é importante agir com calma e seguir algumas orientações:

1. Verifique a temperatura

O primeiro passo é verificar a temperatura do bebê com um termômetro. Caso ela esteja abaixo de 36°C, é necessário tomar medidas para aumentá-la.

2. Aqueça o bebê

Para aumentar a temperatura corporal do bebê, é importante aquecê-lo. Você pode fazer isso colocando-o em contato pele a pele com você, cobrindo-o com um cobertor ou até mesmo dando um banho morno.

3. Vista o bebê adequadamente

Roupas adequadas são essenciais para manter a temperatura do bebê. Evite roupas muito largas ou apertadas, e prefira tecidos quentes, como lã ou algodão.

4. Ofereça líquidos

A desidratação pode ser uma das causas da baixa temperatura em bebês, por isso é importante oferecer líquidos com frequência. Caso o bebê esteja amamentando, continue amamentando normalmente.

5. Procure ajuda médica

Se a temperatura do bebê não aumentar mesmo após essas medidas, é importante procurar ajuda médica. O pediatra poderá avaliar a causa da baixa temperatura e indicar o tratamento adequado.

Dicas e curiosidades sobre a temperatura corporal em bebês

- Durante os primeiros dias de vida, é comum que os bebês apresentem uma temperatura um pouco mais baixa do que o normal. Isso acontece porque eles ainda estão se adaptando ao ambiente externo.

- É normal que os bebês tenham variações de temperatura durante o dia, principalmente quando estão dormindo. Por isso, não se preocupe caso a temperatura do seu bebê esteja um pouco mais baixa quando ele estiver dormindo.

- Ao medir a temperatura do bebê, é importante utilizar um termômetro específico para bebês, que pode ser digital, de ouvido ou de testa. Não utilize o termômetro de mercúrio, pois ele pode quebrar e ser perigoso para o bebê.

- Bebês recém-nascidos não devem ser expostos a temperaturas muito baixas, pois ainda não possuem a capacidade de produzir calor suficiente para se aquecer.

- Bebês prematuros ou com baixo peso têm uma maior sensibilidade ao frio e podem precisar de medidas extras de aquecimento.

- Alguns sintomas que podem indicar que o bebê está com baixa temperatura incluem pele fria, mãos e pés pálidos, sonolência, choro fraco e dificuldade para mamar.

- Não use aquecedores ou mantas elétricas para aquecer o bebê, pois eles podem causar queimaduras.

- Evite deixar o bebê exposto ao sol por longos períodos, pois isso pode aumentar a temperatura corporal e causar uma desidratação.

- O contato pele a pele com a mãe pode ajudar a regular a temperatura do bebê, além de fortalecer o vínculo entre mãe e filho.

Conclusão

A baixa temperatura em bebês é uma situação que pode causar preocupação nos pais, mas é importante entendermos que é normal que os bebês apresentem variações de temperatura durante o dia. No entanto, é importante ficar atento e seguir as orientações de como agir em casos de baixa temperatura, buscando ajuda médica caso necessário. Esperamos que este post tenha ajudado a esclarecer suas dúvidas sobre esse assunto tão importante. Até a próxima!

Receitas relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tu valoración: Útil

Go up