Baixas glóbulos vermelhos na gravidez: o que são, causas e como tratá -los

Baixas glóbulos vermelhos na gravidez: o que são

Olá, futura mamãe!

A gravidez é um período de muitas mudanças e adaptações no corpo da mulher. Uma delas é a alteração nos níveis sanguíneos, especialmente no que diz respeito aos glóbulos vermelhos. Você já ouviu falar em baixos glóbulos vermelhos na gravidez? Neste post, vamos explorar esse assunto e entender o que são, quais são as causas e como tratar esse problema.

índice

O que são glóbulos vermelhos?

Antes de falar sobre os baixos glóbulos vermelhos na gravidez, é importante entender o que são essas células e qual a sua função no organismo. Também conhecidos como hematias ou eritrócitos, os glóbulos vermelhos são células do sangue responsáveis por transportar oxigênio para todos os tecidos do corpo. Eles são produzidos na medula óssea e possuem uma vida útil média de 120 dias.

Como ocorre a alteração dos glóbulos vermelhos na gravidez?

Durante a gestação, o corpo da mulher passa por diversas mudanças hormonais e fisiológicas para garantir o desenvolvimento adequado do bebê. Isso inclui o aumento do volume sanguíneo, que pode chegar a até 50% a mais do que o normal. Essa alteração é necessária para garantir uma boa oxigenação tanto para a mãe quanto para o feto.

No entanto, apesar do aumento do volume sanguíneo, a quantidade de glóbulos vermelhos pode não acompanhar esse crescimento, o que resulta em uma diminuição da concentração dessas células no sangue. Essa condição é conhecida como anemia e pode ser causada por diversos fatores.

Quais são as causas da baixa de glóbulos vermelhos na gravidez?

Existem diversas causas que podem levar à diminuição dos glóbulos vermelhos na gravidez. Entre elas, podemos destacar:

  • Deficiência de ferro: o ferro é um mineral essencial para a produção de glóbulos vermelhos. Durante a gestação, a demanda de ferro aumenta para suprir as necessidades do bebê em formação. Se a gestante não possui uma alimentação adequada e não consome a quantidade suficiente de ferro, pode desenvolver anemia;
  • Deficiência de ácido fólico: assim como o ferro, o ácido fólico é essencial para a produção de glóbulos vermelhos. A sua falta pode levar à anemia na gestação;
  • Hipotireoidismo: a tireoide é uma glândula responsável por regular diversas funções do organismo, incluindo a produção de glóbulos vermelhos. No entanto, em caso de hipotireoidismo (baixa produção de hormônios tireoidianos), essa função pode ser afetada e causar anemia;
  • Infecções: algumas infecções, como a malária, podem afetar a produção de glóbulos vermelhos e causar anemia;
  • Doenças autoimunes: em alguns casos, o sistema imunológico pode atacar as células produtoras de glóbulos vermelhos, causando a diminuição dessas células no sangue;
  • Gravidez múltipla: em gestações de gêmeos, trigêmeos ou mais, o volume sanguíneo aumenta ainda mais, o que pode levar à anemia;
  • Hemorragias: em casos de sangramentos durante a gravidez, pode haver perda de glóbulos vermelhos e causar anemia;
  • Desnutrição: a falta de nutrientes essenciais na alimentação pode levar à anemia na gestação.

Quais são os sintomas da baixa de glóbulos vermelhos na gravidez?

Os sintomas da anemia na gravidez podem variar de acordo com a gravidade e a causa do problema. Os mais comuns são:

  • Cansaço e fadiga excessiva;
  • Palidez na pele e nas mucosas;
  • Falta de ar;
  • Tontura e vertigem;
  • Dores de cabeça;
  • Unhas e cabelos fracos e quebradiços;
  • Diminuição do apetite;
  • Insônia;
  • Falta de concentração;
  • Desânimo e irritabilidade.

Como tratar a baixa de glóbulos vermelhos na gravidez?

O tratamento da anemia na gravidez varia de acordo com a causa e a gravidade do problema. Em geral, é recomendado o consumo de alimentos ricos em ferro e ácido fólico, além da suplementação desses nutrientes, se necessário. Em casos mais graves, pode ser indicada a transfusão de sangue.

Além disso, é importante tratar a causa da anemia, como o hipotireoidismo, infecções ou doenças autoimunes. É fundamental seguir as orientações do médico e realizar os exames de acompanhamento para garantir uma gestação saudável.

Como prevenir a baixa de glóbulos vermelhos na gravidez?

A melhor forma de prevenir a anemia na gestação é ter uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes essenciais, como ferro e ácido fólico. Além disso, é importante realizar o pré-natal regularmente e seguir as orientações médicas para garantir uma gestação saudável.

Curiosidades sobre os glóbulos vermelhos na gravidez

- Durante a gestação, a produção de glóbulos vermelhos pode aumentar em até 30% para suprir as necessidades do feto;
- A anemia na gravidez é mais comum no segundo e terceiro trimestre;
- O consumo de alimentos ricos em vitamina C pode aumentar a absorção de ferro pelo organismo;
- A falta de oxigênio causada pela anemia pode prejudicar o desenvolvimento do bebê;
- A anemia na gravidez pode aumentar o risco de parto prematuro e baixo peso do bebê ao nascer.

Conclusão

A baixa de glóbulos vermelhos na gravidez é um problema comum, mas que pode ser prevenido e tratado. É fundamental seguir uma alimentação saudável e realizar o pré-natal regularmente para garantir uma gestação tranquila e com a quantidade adequada de glóbulos vermelhos no sangue. Se você apresentar sintomas de anemia, não deixe de conversar com o seu médico para receber o tratamento adequado.

Esperamos que este post tenha esclarecido suas dúvidas sobre baixos glóbulos vermelhos na gravidez. Se gostou, compartilhe com outras mamães e deixe seu comentário abaixo. Até a próxima!

Receitas relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tu valoración: Útil

Go up