Cloasma gravúlico: o que é, quando aparece e tratamento

Cloasma gravúlico: o que é

Olá, mamãe! Hoje vamos falar sobre um assunto que pode ser bastante comum durante a gravidez: o cloasma gravídico. Esse é um termo que muitas mulheres grávidas podem não estar familiarizadas, mas que pode acabar aparecendo durante a gestação. Por isso, é importante entendermos o que é o cloasma gravídico, quando ele aparece e como pode ser tratado.

O que é cloasma gravídico?

O cloasma gravídico, também conhecido como melasma gravídico, é uma condição de pele que pode afetar mulheres grávidas. Ele se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras na pele, principalmente no rosto, mas também pode aparecer em outras áreas do corpo, como pescoço, colo e braços. Essas manchas podem variar de tamanho e formato, mas geralmente são irregulares e possuem uma coloração marrom ou acinzentada.

Quando ele aparece?

O cloasma gravídico geralmente aparece durante o segundo ou terceiro trimestre da gestação, mas pode surgir em qualquer momento da gravidez. Isso acontece devido às alterações hormonais que ocorrem no corpo da mulher durante esse período. O aumento dos níveis de estrogênio e progesterona pode estimular a produção de melanina, o pigmento responsável pela cor da pele, o que resulta no surgimento dessas manchas escuras.

Tratamento para cloasma gravídico

É importante lembrar que o cloasma gravídico não é uma condição de saúde, mas sim uma alteração estética. Portanto, não é necessário tratá-lo, pois ele tende a desaparecer após o parto. No entanto, se as manchas estiverem causando desconforto ou afetando a autoestima da mulher, é possível recorrer a alguns tratamentos para clareá-las. É importante ressaltar que é fundamental consultar um dermatologista antes de iniciar qualquer tratamento durante a gravidez.

Algumas opções de tratamento incluem o uso de cremes despigmentantes com ácido kójico ou ácido azelaico, procedimentos de peeling químico, laser ou luz intensa pulsada. Porém, esses tratamentos devem ser realizados com cautela e sob orientação médica, pois alguns deles podem ser contraindicados durante a gravidez.

Dicas para prevenir ou amenizar o cloasma gravídico

Apesar de não ser possível prevenir completamente o cloasma gravídico, algumas medidas podem ajudar a reduzir o seu surgimento ou amenizar suas manchas. Algumas delas são:

- Evitar a exposição solar excessiva: o sol pode estimular a produção de melanina e, consequentemente, o aparecimento do cloasma gravídico. Por isso, é importante evitar a exposição ao sol, principalmente nos horários de maior intensidade solar (entre 10h e 16h). Quando for necessário sair ao sol, é importante utilizar protetor solar com fator de proteção (FPS) 30 ou mais e reaplicá-lo a cada duas horas.

- Utilizar produtos de skincare específicos para gestantes: durante a gravidez, é importante utilizar produtos de cuidados com a pele específicos para gestantes, que possuam formulações mais suaves e seguras para o bebê. Alguns produtos podem ajudar a prevenir o cloasma gravídico, como hidratantes com vitamina C e antioxidantes.

- Manter uma alimentação saudável: uma dieta rica em alimentos antioxidantes, como frutas e verduras, pode ajudar a prevenir o surgimento do cloasma gravídico. Além disso, é importante manter uma hidratação adequada, bebendo bastante água ao longo do dia.

Perguntas e respostas sobre cloasma gravídico

1. O cloasma gravídico é uma condição de saúde?
Não, ele é uma alteração estética que pode ocorrer durante a gravidez.

2. Todas as mulheres grávidas desenvolvem cloasma gravídico?
Não, o surgimento do cloasma gravídico pode variar de mulher para mulher, pois depende das alterações hormonais e da predisposição genética.

3. O cloasma gravídico é igual ao melasma?
Sim, o cloasma gravídico é uma forma de melasma que surge durante a gravidez.

4. O cloasma gravídico pode afetar outras áreas do corpo além do rosto?
Sim, ele pode aparecer em outras áreas que ficam expostas ao sol, como pescoço, colo e braços.

5. O tratamento para cloasma gravídico é seguro durante a gravidez?
Não, é importante consultar um dermatologista antes de iniciar qualquer tratamento durante a gestação.

6. O cloasma gravídico desaparece após o parto?
Sim, na maioria dos casos ele tende a desaparecer após o parto, mas pode levar alguns meses para isso acontecer.

7. O uso de protetor solar pode prevenir o cloasma gravídico?
Sim, o uso de protetor solar com FPS adequado e reaplicação a cada duas horas pode ajudar a prevenir o surgimento do cloasma gravídico.

8. O cloasma gravídico pode surgir em outras gestações?
Sim, é possível que ele apareça em gestações posteriores.

9. É possível prevenir completamente o cloasma gravídico?
Não, pois ele está relacionado às alterações hormonais da gravidez. Porém, algumas medidas podem ajudar a reduzir o seu surgimento.

10. O cloasma gravídico é contagioso?
Não, ele não é uma doença e não é transmitido de pessoa para pessoa.

Curiosidades sobre o cloasma gravídico

- O cloasma gravídico é mais comum em mulheres com pele mais escura, pois possuem uma maior quantidade de melanina.

- O uso de anticoncepcionais orais também pode causar o surgimento do cloasma, pois contém hormônios que podem estimular a produção de melanina.

- O cloasma gravídico pode ser confundido com a hiperpigmentação pós-inflamatória, que é uma condição de pele que pode surgir após algum tipo de lesão ou inflamação.

- Algumas mulheres podem desenvolver o cloasma gravídico durante a amamentação, devido às alterações hormonais que ocorrem nesse período.

- O cloasma gravídico pode ser agravado pela exposição ao sol, por isso é importante evitar a exposição solar sem proteção adequada.

Conclusão

O cloasma gravídico é uma condição comum durante a gravidez, mas que pode causar desconforto ou afetar a autoestima de algumas mulheres. No entanto, é importante lembrar que ele não é uma condição de saúde e, na maioria dos casos, tende a desaparecer após o parto. Caso ele esteja incomodando, é importante consultar um dermatologista para avaliar a melhor opção de tratamento. Além disso, é importante adotar medidas de prevenção, como evitar a exposição solar sem proteção adequada e utilizar produtos de skincare específicos para gestantes. Lembre-se sempre de consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer tratamento durante a gravidez. Cuide-se e aproveite esse momento tão especial!

Receitas relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tu valoración: Útil

Go up