O que levar para queimar o estômago na gravidez

O que levar para queimar o estômago na gravidez

Olá leitoras e leitores, hoje vamos falar sobre um assunto que pode ser muito incômodo durante a gravidez: o ardor no estômago. Como todas sabemos, esse é um período de muitas mudanças e adaptações no corpo da mulher, e é comum que surjam desconfortos e sintomas que antes não eram tão presentes. Por isso, hoje vamos abordar tudo o que você precisa saber sobre esse incômodo e como aliviar os sintomas. Afinal, uma gestação tranquila é essencial para a saúde da mãe e do bebê.

índice

O que é o ardor no estômago durante a gravidez?

Durante a gravidez, é comum que as mulheres sintam um desconforto na região do estômago, que pode ser descrito como um ardor ou queimação. Esse incômodo é conhecido como azia ou refluxo gastroesofágico e é causado principalmente pela ação dos hormônios no sistema gastrointestinal, que relaxam os músculos que controlam a passagem dos alimentos do esôfago para o estômago. Além disso, o crescimento do útero pode pressionar o estômago e favorecer o retorno do conteúdo gástrico para o esôfago.

Por que o ardor no estômago é comum na gravidez?

Além dos fatores hormonais e do crescimento do útero, existem outros motivos que podem contribuir para o surgimento do ardor no estômago durante a gravidez. Entre eles estão a alimentação inadequada, com o consumo excessivo de alimentos gordurosos, condimentados e ácidos, e também o estresse e a ansiedade, que podem afetar o funcionamento do sistema digestivo.

Como aliviar o ardor no estômago na gravidez?

Agora que já sabemos as causas do ardor no estômago durante a gravidez, é hora de descobrir como aliviar esse incômodo. Confira algumas dicas:

1. Faça refeições leves e frequentes

Comer em pequenas quantidades e com mais frequência pode ajudar a evitar a sensação de queimação no estômago. Além disso, prefira alimentos leves e saudáveis, evitando os alimentos gordurosos, condimentados e ácidos.

2. Evite deitar logo após as refeições

Deitar-se imediatamente após as refeições pode piorar os sintomas de ardor no estômago. Por isso, tente esperar pelo menos duas horas antes de se deitar.

3. Use travesseiros para elevar a cabeceira da cama

Elevar a cabeceira da cama pode ajudar a evitar o refluxo do conteúdo gástrico para o esôfago durante o sono. Coloque alguns travesseiros sob a cabeceira da cama para criar uma inclinação.

4. Evite roupas apertadas

Roupas apertadas podem comprimir o abdômen e aumentar a pressão no estômago, favorecendo o surgimento do ardor. Prefira roupas mais soltas e confortáveis durante a gravidez.

5. Beba bastante água

A água pode ajudar a diluir o ácido presente no estômago e aliviar os sintomas de ardor. Além disso, a hidratação é fundamental para a saúde da mãe e do bebê durante a gestação.

6. Consuma alimentos que ajudam a aliviar a azia

Alguns alimentos podem ajudar a aliviar o ardor no estômago durante a gravidez, como o leite, a banana, o mel e o iogurte. Esses alimentos têm propriedades que ajudam a neutralizar o ácido estomacal.

7. Consulte um médico

Se os sintomas de ardor no estômago persistirem e interferirem no seu dia a dia, é importante consultar um médico para avaliar a necessidade de um tratamento específico.

Curiosidades sobre o ardor no estômago na gravidez

Para finalizar, confira algumas curiosidades sobre a azia durante a gravidez:

1. A azia é mais comum no segundo e terceiro trimestre

Durante o primeiro trimestre, os níveis hormonais ainda estão se estabilizando, por isso a azia costuma ser menos frequente. Já no segundo e terceiro trimestre, com o aumento dos hormônios e do tamanho do útero, a azia pode se tornar mais intensa.

2. Ter mais de um bebê aumenta o risco de azia

Mulheres grávidas de gêmeos ou múltiplos podem ter um risco maior de desenvolver azia, devido ao aumento do tamanho do útero e da produção de hormônios.

3. A azia não afeta o bebê

Apesar de ser um incômodo para a mãe, a azia não afeta o bebê. Os nutrientes necessários para o desenvolvimento do feto são absorvidos antes de chegarem ao estômago.

4. O estresse pode piorar a azia

O estresse pode afetar o funcionamento do sistema digestivo e piorar os sintomas de azia durante a gravidez. Por isso, é importante manter a calma e adotar hábitos que ajudem a relaxar.

5. Alguns medicamentos podem aliviar os sintomas

Caso os sintomas de azia sejam intensos, o médico pode indicar o uso de medicamentos seguros para gestantes, como antiácidos e bloqueadores de ácido.

6. A azia pode piorar após o parto

Após o parto, os níveis hormonais voltam ao normal e o tamanho do útero diminui, o que pode aliviar os sintomas de azia. No entanto, algumas mulheres relatam que os sintomas podem persistir por alguns dias ou semanas após o parto.

Agora que você já sabe tudo sobre o ardor no estômago durante a gravidez, pode adotar medidas para aliviar esse incômodo e desfrutar de uma gestação mais tranquila. Lembre-se de sempre consultar um médico em caso de dúvidas ou sintomas persistentes. E aproveite esse momento único e especial da maternidade! Até a próxima!

Receitas relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tu valoración: Útil

Go up